Breaking News:

“Ashtanga” literalmente significa oito membros. Eles são descritos por Patañjali como: Yama (abstinências), Niyama (observâncias), Asana (posturas), Pranayama (controle da respiração), Pratyahara (retração dos sentidos), Dharana (concentração), Dhyana (meditação) e Samadhi (contemplação). Estes ramos se sustentam uns aos outros.
A prática de asana precisa estar estabelecida para a prática correta de pranayama e é uma chave para o desenvolvimento dos yamas e niyamas. Uma vez que estes quatro membros cuja orientação é para o exterior estejam firmemente enraizados, os quatro membros restantes, orientados para dentro desenvolver-se-ão com o tempo.
“Vinyasa” significa movimento e respiração sincronizados. A respiração é o coração desta disciplina e faz a ligação de asana a asana em uma ordem precisa. Ao se sincronizar movimento com respiração e ao praticar Mula e Uddiyana Bandhas (fechos), um intenso calor interno é produzido. O calor purifica músculos e órgãos, expelindo toxinas indesejadas e ao mesmo tempo estimulando hormônios e minerais benéficos, que podem nutrir quando o suor é massageado e reabsorvido pela pele. A respiração regula o vinyasa e assegura uma eficiente circulação do sangue. O resultado é um corpo leve e forte.
Há três grupos de seqüências no sistema do Ashtanga. A Primeira Série (Yoga Chikitsa) desintoxica e alinha o corpo. A Série Intermediária (Nadi Shodhana) purifica o sistema nervoso ao abrir e desobstruir os canais de energia. As Séries Avançadas A, B, C e D (Sthira Bhaga) integram a força e a graça da prática, requerendo altos níveis de flexibilidade e humildade.
Cada nível deve ser plenamente desenvolvido antes de se proceder ao seguinte, e a ordem seqüencial de asanas deve ser meticulosamente seguida. Cada postura é uma preparação para a próxima, desenvolvendo a força e o equilíbrio necessários para avançar.
RESPIRAÇÃO: a continuidade de uma respiração profunda e equilibrada deve sempre ser enfatizada no sistema do Ashtanga Yoga. Quando a respiração alimenta a ação e a ação alimenta a respiração, cada movimento se torna suave, preciso e perfeitamente estável.
De acordo com os ensinamentos de Sri T. Krishnamacharya e Sri K. Pattabhi Jois, “Respiração é Vida”. Respirar é o nosso ato mais fundamental e vital e possui uma essência divina: expirar é um movimento em direção a Deus, e inspirar é uma inspiração proveniente de Deus. Nossa última ação na vida é expirar, o que, em essência, é a completa e final entrega a Deus.
PRÁTICA: é dito que onde não há esforço não há benefício. Força, resistência e suor são aspectos característicos deste tipo de Yoga tradicional, aparentemente o contrário das percepções ocidentais do Yoga. Esta prática exigente requer esforço considerável e libera e faz circular a energia vital pelo corpo, fortalecendo e purificando o sistema nervoso. A mente se torna lúcida, clara e precisa; e, de acordo com Sri K. Pattabhi Jois, “para onde quer que você olhe, você verá Deus”. Apenas por meio da prática é que pode se tornar possível experimentar a verdade do que nosso guru afirma constantemente: “Tudo é Deus”.
Por favor, esteja atento para a importância de aprender o método do Ashtanga apenas com professores treinados segundo a tradição. Somente um professor qualificado pode prover o direcionamento necessário, de modo a assegurar um progresso saudável e constante, sem danos ao corpo ou à mente!
Ashtanga Yoga Research Institute
Yogasana Visharada Vedanta Vidwan
Sri K. Pattabhi Jois, Diretor
R. Sharat, Diretor-Assistente
876/1, 1st Cross
Lakshmipuram
Mysore – 570004
Karnataka State, South India
Estas informações foram generosamente fornecidas com a aprovação de Sri K. Pattabhi Jois. Por favor, faça jus à sua autenticidade e distribua apenas de forma fidedigna ao original.
Tradução: Ujjayi Yoga
Rua Paracuê, 387 – Sumaré – São Paulo (SP) – Brasil.
Telefone: (11) 3864-8889
Website: www.ujjayiyoga.com.br
< >

< ><-->

About Author

Bruno Bartulic

I was born in São Paulo, Brazil and I teach since 2001. I studied in India with Sri K. Pattabhi Jois and Swami Dayananda Saraswati. Living in Europe these last 10 years, I teach regularly in Croatia, France, Portugal and in Denmark, where I am currently living. Besides Yoga, I am Bachelor in International Relations with specialization in Political Science at Sciences Po – Bordeaux. I think my diverse education helps me to see yoga as lifestyle that can balance the individual and result in a healthy society.

related articles

Reader's Comments.